O Camaleão Corporativo

53796_Papel-de-Parede-Camaleao-53796_1600x1200

O mundo corporativo nos reserva surpresas onde muitas vezes não estamos preparados para as fusões, aquisições, mudança de setor ou mesmo até de gestão. Para sobreviver nesse mundo que muitas vezes não é tão lógico ou racional, o profissional precisa se adaptar de forma cirúrgica a nova realidade. Com esse cenário de constantes mudanças, precisamos ser o que denomino como o “Camaleão Corporativo”.

Camaleão é o nome dado a todos os animais pertencentes à família Chamaeleonidae, uma das mais conhecidas famílias de lagartos. Uma de suas características marcantes é a mudança de cor, que tem um papel importante na comunicação durante lutas entre camaleões (as cores indicam se o oponente está assustado ou furioso). Acidentalmente, a mudança de cor pode ajudar na camuflagem do animal, embora esta não seja uma ocorrência frequente, e sim ocasional. Também é usado na linguagem figurada como sinônimo de uma pessoa volúvel e maleável, que adapta seu comportamento e características conforme o ambiente.

Durante a mudança é importante que o “Camaleão Corporativo” seja o mais transparente possível, evitando comentários como “temos que mudar para sobreviver”.

Em tempo de mudanças é importante que o profissional consiga ter uma visão clara e ampla sobre todo o processo.

Vislumbre as recompensas e o lado positivo da mudança: Identifique as vantagens de se adaptar rapidamente às mudanças. Se você entender a razão, certamente lidará melhor com as novidades e diminuirá a recompensa.

Tente antecipar os cenários: Todo mundo quer saber o objetivo final do processo de mudança, ou seja, de que maneira as coisas ficarão diferentes? Identifique uma série de resultados e especifique quais as variáveis envolvidas no processo.

Evite dar opiniões negativas: Apresente a mudança de um ponto de vista positivo ou pelo menos, neutro. Não revele sua opinião, especialmente se você for contra.

A mudança é uma constância inerente a nossa vontade ou planejamento, nesse mundo vão se destacar aqueles que tiverem em seu DNA a camuflagem do “Camaleão”.

Uma excelente semana e até a próxima coluna!

Um comentário

Deixe uma resposta